Testemunho: Gota solidária


"O que é uma gota no meio do mar? Dentro de um copo? Entre tantas outras da chuva? Nada. E se um dia acordasse a precisar desesperadamente de um euro, que seria a gota para encher o seu copo? Por vermos tantos copos vazios e tantas almas devastadas pela impotência de lutas inglórias contra doenças, nasceu a ideia da Gota Solidária. Porque é só isso que basta para fazer a diferença. Uma gotinha de afecto, de apoio. 1€ por mês pode ser só uma gota, mas muitas juntas fazem a Gota Solidária. É isso que se pretende aqui, apenas essa gota. 1€ por mês de cada membro deste grupo e todos os meses enchemos o copo de alguém e os corações de quem dá e recebe."

Esta é a descrição do grupo de Facebook Gota Solidária, que partiu de uma ideia simples: um euro por mês custa pouco a dar, e todos juntos, podem fazer a diferença para alguém! Tudo começou no dia em que uma de nós, a Marta, lançou no Facebook um apelo de ajuda a um doente com cancro (João Nora), cuja única possível salvação seria um tratamento inovador na Alemanha (que tem tanto de promissor como de dispendioso). A Ana e a Bárbara responderam, querendo ajudar, e em conversa nasceu esta ideia.
Não fazíamos ideia se muita gente iria aderir ou não, mas resolvemos avançar, mesmo que fossemos as únicas a contribuir (certamente conseguiríamos convencer um ou outro amigo/familiar). Esforçámos a divulgação do grupo, e o número de gotinhas doadas por mês têm vindo a crescer... Através de donativos directos das gotinhas, de leilões que temos feito com ofertas de membros, e da boa vontade de muita gente, o nosso coração tem-se enchido de orgulho na generosidade que nos rodeia... Tem sido uma experiência muito enriquecedora tanto pela ajuda que o grupo tem dado, como a oportunidade que os membros nos dão diariamente de conhecer pessoas solidárias, e novas causas que precisam das nossas gotinhas, quer em grupo, quer a título individual. Obrigada a todos!

Ana Matos

Bárbara Barreira

Marta Cruz

Testemunho das fundadoras da Gota Solidária

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada pelo comentário e solidariedade ;)