Testemunho do Grupo AmigosdaRua

Numa altura em que VÁRIOS AMIGOS DA RUA tomaram a decisão de sair da Rua pode parecer à maioria, e o senso comum também o dirá, que é uma decisão fácil , então entre estar na Rua sem condições e ao frio ou estar num local com apoio e alimentação garantida não haverá dúvidas sore a decisão a tomar.
Mas tal como as ruas que conhecemos durante o dia, são diferentes à noite  também o Mundo dos AMIGOS DA RUA é diferente da maioria ou do senso comum , há problemas associados que na grande maioria dos casos são o motivo para terem chegado a esta situação , e se até em famílias estruturadas e com todo o apoio não é fácil «sair» , mais difícil é para quem CONTA apenas consigo.
Por isso o Grupo AmigosdaRua tem como objectivo primário satisfazer uma condição básica do ser humano que é a alimentação e roupa , mas isso já felizmente muitas instituições e até particulares fazem e mesmo assim não são suficientes , mas queremos ir até à nossa «utopia» que é AJUDAR a decidir que REALMENTE a melhor decisão é sair.

AJUDAR

Em situações extremas (catástrofes ; fome ; guerras) é habitual proceder-se a Campanhas de Donativos , que deixam muitas vezes alguma incerteza em quem AJUDA sobre a efectiva utilização em QUEM REALMENTE necessita.
Apesar de ser a uma dimensão (Quantidade) bastante menor , quando transportamos esta abordagem para a o nosso trabalho junto dos AMIGOS DA RUA , chegamos SATISFEITOS à conclusão que para o fazermos ( ainda ) não temos sentido necessidade do DINHEIRO , em espécimen , em notas , isto porque a «formula » adoptada é a da SOLIDARIEDADE em espécies , bens criamos com a SOLIDARIEDADE de vários restaurantes o fornecimento de SOPA , uma vez por mês a um Restaurante. Fornecimentos / Doações de Grandes Superfícies , padarias , confeitarias , particulares , quanto à Roupa as várias doações de particulares e Associações.
É evidente que a nossa única «utopia» é ver os espaços sem AMIGOS DA RUA , não temos a de poder viver sem o dinheiro. Com isto não queremos que se possa pensar que é possível «viver sem o dinheiro» , mas sim que é preciso estar consciente da proporcionalidade da AJUDA , se nós recebêssemos UM EURO por mês de cada AMIGO dos AMIGOS DA RUA em um ANO p.ex. garantíamos poder ter uma CARRINHA , ou seja aquilo que pode parecer uma pequena AJUDA: 1 Euro por mês é pouco mais que ...menos um café ...por mês ! É na realidade MUITO se bem utilizada! Quem recebe a AJUDA para AJUDAR TEM a obrigação de A MULTIPLICAR para o benefício ser maior que a SOMA das partes.

Testemunho do Grupo AmigosdaRua

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada pelo comentário e solidariedade ;)