Acções Crónicas de Solidárias: Roupa não vai para o lixo!


A minha mãe nunca deitou roupa fora (a não ser que estivesse completamente rasgada que nem para trapos servisse ou "podre")!
Normalmente ela ia juntando alguma roupa e quando já tinha alguma metia num saco. Quando ia às compras metia então o saco aberto, à vista de toda a gente, normalmente ao lado de um contentor do lixo ou num sitio onde passa muita gente (junto aos semáforos)...
Muitas vezes ao voltar das compras quando passávamos por lá, já o saco lá não estava!

Ora na cidade onde eu vivo agora tenho a Cruz Vermelha mesmo à "mão de semear", e então eu vou juntando a roupa ou outros artigos que já não uso e vou lá entregar, PESSOALMENTE!
Tenham cuidado ao meter naqueles contentores, que há muita gente a roubar de lá para vender e até existem contentores falsos!

Esta é a nova remessa que já tenho pronta para entregar:


Aproveito e meto dentro de uma mochila que já não uso, e dou também! ;)
Se for para a Cruz Vermelha, antes de lá ir, ligo sempre, como o meu telefone de casa tem chamadas grátis para números fixos nacionais, ligo a perguntar a que horas posso ir entregar, eles dizem e então eu entrego :)

Outra coisa que ando a fazer, é procurar associações (principalmente as da minha cidade) ou lojas solidárias, e distribuir! 
Se através de Crónicas Solidárias receber pedidos, vejo que roupas tenho disponíveis, e envio para as pessoas que me fazem apelos, que estejam a passar por maus bocados (recebo principalmente para ajudar bebés).

Se for alguma roupa que esteja como nova ou por estrear, vendo em vendas solidárias ou leilões solidários, e uso o valor da venda para ajudar associações/causas com comida ou em caso de operações, com um X do montante...

A roupa intima só se deve dar BEM lavada, e sem estar em "farrapos", de resto, meias ou soutien, não é uma coisa que se pense: "Ah, ninguém vai querer isto" pois não é verdade!
Principalmente as meias é algo que faz MUITA falta, mesmo gastas!
Caso estarem rotas, com um ou outro buraquinho, não custa nada dar um pontinho, com uma agulha e linha! ;)

Eu tento separar em saquinhos que guardo ou na dispensa ou numa parte vazia do armário (ou até debaixo da cama) roupa de bebe, roupa de criança, roupa de senhor e roupa de senhora. Já tive pessoas que sabendo do meu projecto Crónicas Solidárias já me doaram roupa, para eu vender/distribuir! :D

Elas desocupam espaço em casa, e fico eu com o "trabalho" de organizar tudo para fazer uma distribuição justa!
É muito divertido e faz mesmo muito bem "cá dentro"!

Pergunto a colegas de trabalho, família, amigos e até vizinhos "tem alguma roupa ou alguma coisa que não use e queira dar para ajudar?"
Montes de gente ficam super felizes por "desfazer-me deste monte de sacos" e para algumas pessoas nesses "montes de sacos" vai estar uma grande alegria!!

Se for para alguém ou associação de outra parte do país, dá para combinar até a partilha do valor dos portes, para não pesar a ninguém!
Existem muitas maneiras de ajudar!

E vocês? O que fazem à roupa que já não usam? ;)

(Liliana Carvalho)

3 comentários:

  1. Eu também guardo o que está em bom estado e dou. A ultima vez eram sapatos e como ninguém calçava o meu numero, pus num contentor de roupa ao pé da igreja.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Temos é de ter cuidado com esses contentores querida Liliana, que há muitos que são falsos e sinceramente não faço ideia quanto tempo a roupa lá fica, e o que fazem depois com ela... :/
      Eu prefiro entregar, se possível, tudo em mão, a associações, na igreja (caso aceite para dar aos pobres), à cruz vermelha, etc... :)

      Eliminar
  2. Por cá há o hábito das trocas de roupa entre a família e amigos. E também se juntam peças e se entregam a quem precisa ou directamente em alguma instituição. Lixo nunca! Fico pasmada quando descubro que ainda há gente que mete roupa no lixo... :(

    ResponderEliminar

Obrigada pelo comentário e solidariedade ;)