Loures: Bombeiros salvam vida de gato após incêndio

26-07-2013
Fogo urbano em Santo António dos Cavaleiros
Os animais também devem ser salvos...


Elementos da corporação de Bombeiros de Loures salvaram, este sábado, a vida de um gato na sequência de um incêndio num prédio em Santo António dos Cavaleiros. A notícia do salvamento foi dada a conhecer pelos bombeiros no Facebook e foi recebida com grande satisfação pelos utilizadores da rede social.
 
De acordo com o que contaram estes "soldados da paz" na página da corporação no Facebook, o episódio aconteceu por volta das 16.00h, durante um fogo urbano. Os bombeiros explicaram que havia "dois gatos que estavam no andar por cima daquele que ardeu".
 
"Um já estava morto. Este sobreviveu depois de gastarmos uma garrafa de oxigénio", revelaram, acrescentando que "os animais também devem ser salvos" e publicando, em conjunto com esta nota, uma fotografia em que é possível ver um dos bombeiros durante a reanimação do felino, intoxicado pelo fumo.
 
A imagem angariou, em pouco mais de dois dias, mais de 600 "gostos" e quase 400 "partilhas", arrancando muitos agradecimentos aos seguidores da página dos bombeiros, que ali têm elogiado, através dos comentários, a sua "humanidade" e "sensibilidade".
 
De salientar que esta não é a primeira vez que uma história de bombeiros empenhados em salvar animais faz furor nas redes sociais, embora outros exemplos nos cheguem apenas do estrangeiro. 
 
Como o Boas Notícias noticiou em Janeiro do ano passado, na Califórnia, EUA, um grupo de bombeiros reanimou um cão com uma máscara de oxigénio para crianças depois de o animal ter ficado inconsciente devido à inalação de fumo.

3 comentários:

  1. Esta história correu as redes sociais. Foi a primeira vez que vi os bombeiros do meu concelho, em tanta evidência. Foram grandes ;)

    ResponderEliminar
  2. Concordo plenamente Soninha, fotos dessas só vi no estrangeiro! Bem hajam!

    ResponderEliminar
  3. Que linda história! Não nos deviamos espantar....já devia ser bem comum ouvir relatos destes. Infelizmente ainda não são frequentes, mas Deus queira que passem a ser.

    Levei para o meu blog mas dei créditos :)

    ResponderEliminar

Obrigada pelo comentário e solidariedade ;)